O setor de iluminação conta com diversificados artifícios para realização de projetos que vão desde simples instalações elétricas até um projeto luminotécnico mais requintado. Entre a variedade de artifícios estão as lâmpadas. As lâmpadas são encontradas em diferentes tipos, especificações e utilidades no mercado. As mais comuns são as lâmpadas incandescentes que são predominantes nos projetos residenciais. As lâmpadas incandescentes funcionam com a passagem de eletricidade por um filamento de tungstênio, que aquecido produz luz. A lâmpada oferece iluminação agradável de cor amarelada. Essa lâmpada tem sido cada vez mais substituída, pois oferece consumo elevado de energia e produz muito calor.

As lâmpadas halógenas tem o mesmo princípio de funcionamento da lâmpada incandescente, mas reduzem de 25% até 40% do gasto de energia. Funcionam em baixa tensão. Oferecem iluminação branca e uniforme, mas também são encontradas em cores variadas. Indicada para residência e comércio. As lâmpadas halógenas são eficientes, compactas e possuem maior durabilidade, podendo atingir até 4 mil horas de vida útil. As lâmpadas fluorescentes são de alta eficiência e durabilidade, além do baixo consumo de energia. Exigem instalação e base especial. Podem compor a iluminação geral e permite instalação em residências, comércios e indústrias. Comercializadas em 3 modelos: tubular, compacta eletrônica e compacta não integrada. É disponibilizada em variadas cores e não emite calor.

As lâmpadas de descarga funcionam a base de uma descarga de alta tensão elétrica entre os eletrodos, o que leva os componentes internos a fabricarem luz. Fornece luz brilhante e oferece baixo consumo de energia. Seu acendimento total leva de 2 à 15 minutos para ocorrer e necessita de reatores eletrônicos específicos para sua ignição. Divididas em 4 modelos: Multivapores metálicos, vapor de sódio, vapor de mercúrio e lâmpadas mistas. Utilizadas em galpões, fábricas, grandes lojas e áreas externas como postes de iluminação. As lâmpadas de LED’s são modernas e ecologicamente corretas, pois oferecem baixo consumo de energia e ótima durabilidade. Seu funcionamento consiste em converter energia elétrica em energia luminosa, utilizando pequenos chips. Aplicadas em residências e comércios, podem ser aplicadas em vários tipos de luminárias para destacar e decorar o ambiente. Há ainda as lâmpadas de neon e fibra óptica utilizadas para oferecer um ambiente mais decorativo e efeitos diferenciados. Veja alguns modelos de lâmpadas:

Não deixe de ver os artigos abaixo:


Gostou? Compartilhe o Click Obra para seus amigos!